Conheça o pôster oficial do Catar e relembre ilustrações clássicas das Copas

da leao: A Copa do Mundo escala um novo pôster a cada edição e a novidade para este ano no Catar, que começa neste domingo (20), é a convocação de uma série de ilustrações, diferente de outras Copas em que apenas um desenho representava a maior competição de futebol do mundo.

da esport bet: Os pôsteres foram desenvolvidos pela artista catari Bouthayna Al Muftah, de 35 anos, que usou elementos da cultura local e do futebol para representar a celebração de torcedores: uma bola clássica no ar e o lenço árabe  [‘gutra’ e o ‘egal’] erguido por uma mão.

A história da Copa e dos pôsteres do evento começou em 1930, no Uruguai. O primeiro desenho deu destaque ao goleiro realizando uma defesa e foi elaborado pelo artista Guillermo Laborde. Mas foram os atacantes que se destacaram na final: em um jogo de seis gols, os uruguaios venceram a Argentina por 4 a 2.

Leia Mais

Ingressos para Copa do Mundo no Catar são os mais caros da história, diz estudo Mascote da Copa 2022: conheça La’eeb e relembre os mascotes das Copas do Mundo Ranking coloca Seleção Brasileira como a segunda mais valiosa da Copa

Vinte anos depois, o Brasil foi, pela primeira vez, o anfitrião da Copa. Essa competição foi representada pelo meião composto por bandeiras dos países que lutariam pelo troféu mais cobiçado do futebol. Em segundo plano, um dos principais cartões postais do mundo: o Pão de Açúcar, no Rio de Janeiro.

Quem guarda a melhor lembrança desta Copa é o Uruguai após vencer o Brasil por 2 a 1 no dia que ficou mundialmente conhecido como Maracanazo.

Duas edições depois, em 1958, o Brasil conquistou a primeira das cinco estrelas na Copa realizada na Suécia. O pôster é semelhante ao de 1950: bandeiras das seleções favoritas ao título e a da anfitriã da competição circulam em uma faixa com a bola de futebol chutada por um jogador.

De lá para cá, a Seleção conquistou outros quatro mundiais, sendo o último em 2002, na Copa marcada pela união de Japão e Coreia do Sul. Naquele ano, traços típicos do leste da Ásia foram usados para criar as linhas de um campo de futebol com o símbolo da taça no centro do gramado.