Seleção feminina de futebol vence primeiro amistoso contra África do Sul

da apostebet: A seleção feminina de futebol levou a melhor no primeiro de dois amistosos contra a África do Sul, na casa das adversárias.

da mrbet: Nesta sexta-feira (2), o Brasil venceu as anfitriãs por 3 a 0 no estádio Orlando Pirates, na capital Johanesburgo. As equipes se reencontram na segunda-feira (5), às 13h, no estádio Moses Mabhida, em Durban.

A técnica Pia Sundhage mandou a campo boa parte das jogadoras que foram titulares na conquista da Copa América, em junho, na Colômbia.

A zagueira Kathellen (na vaga de Tainara), a volante Duda Sampaio (no lugar da lesionada Angelina) e a atacante Geyse (que substituiu Bia Zaneratto, relacionada, mas no banco), reservas no torneio sul-americano, iniciaram o jogo desta sexta.

Com a bola no pé, a equipe atuou com uma linha de três defensoras e cinco atletas pelo meio, com a lateral Tamires e a atacante Adriana abertas e as volantes Ary Borges e Duda Sampaio começando as jogadas pelo centro.

O Brasil errou muitos passes e demorou a finalizar com perigo, apesar de controlar as ações ofensivas da primeira etapa. As sul-africanas apostaram em bolas longas e assustaram em falhas das zagueiras Rafaelle e Antonia na cobertura, que não foram convertidas.

Jogador de futebol é acusado de matar ex-namorada na Itália Gabriela Prioli diz que guardou souvenir de entrevista com Marta Guia CNN: tudo sobre o álbum da Copa e as “figurinhas raras que valem fortunas”

A rede balançou somente aos 41 minutos, com Geyse. A atacante aproveitou um lançamento que a defesa adversária afastou mal, matou no peito e arriscou de primeira, da meia-lua, encobrindo a goleira. Três minutos depois, a atacante Debinha escapou pela esquerda e cruzou rasteiro. A zaga falhou e Adriana, livre, completou para o gol.

Na etapa final, a África do Sul esboçou uma maior presença ofensiva, mas esbarrou na parte técnica.

As brasileiras acabaram sendo mais eficientes e aos 18 minutos Bambanani Mbane tentou afastar uma bola dividida por Geyse e pela também zagueira Janine van Wyk na pequena área, mas mandou nos pés de Tamires, que aparecia pela esquerda. A lateral dominou e chutou para as redes, ampliando a vantagem.

Mesmo sem brilho, o Brasil teve ainda chances de aumentar o placar, com a atacante Gabi Nunes e a meia Duda Santos, que saíram do banco. A melhor oportunidade sul-africana foi uma cobrança de falta perigosa, perto da entrada da área, da meia Hildah Magaia, mas que passou rente à trave direita brasileira.